Álcool no corpo: como funciona. Quando entra no corpo após 30-90 minutos, o álcool é absorvido do estômago para a corrente sanguínea. O etanol espalha-se através da corrente sanguínea para diferentes partes do corpo e chega a cada célula. Uma vez que atinge o cérebro, a ação do etanol é principalmente espetacular, liberando serotonina, um neurotransmissor associado ao prazer e à satisfação, tornando as pessoas calmas e até corajosas. Podendo causar a dependência do álcool e causando até a precisão de uma clínica de tratamento para o alcoolismo!

Entretanto, após esse momento inicial, o álcool começa a suprimir o sistema nervoso central, aumentando o número de GABA-neurotransmissores, e pode até causar inconsciência. O etanol tem um alto risco de envenenamento em altas doses, o que pode levar à morte por parada cardíaca naqueles que o consomem em excesso.

Efeito imediato: como você se sente depois de tomar etanol. Imediatamente após o consumo de álcool, os sintomas começam a aparecer com uma intensidade proporcional à quantidade consumida. Entre eles, os mais comuns… Distúrbios linguísticos, sonolência, alterações na visão e na audição. Estes são os primeiros efeitos do etanol que atingem o sistema nervoso e desencadeiam a fase de depressão, aumentando o risco de quedas e acidentes. dor de cabeça A sensação de peso e dor no crânio está principalmente relacionada com o efeito depressivo e o efeito do etanol sobre o cérebro. Náuseas e vômitos. Depois de beber álcool, especialmente em grandes quantidades, o corpo vai tentar livrar-se desse excesso para evitar efeitos ainda mais nocivos. Queimaduras e queimaduras. O etanol é um irritante para as membranas mucosas e aumenta a produção de ácidos digestivos, o que causa sensações tão desagradáveis. diarréia A diarréia após o consumo de álcool é um sintoma muito comum, pois acidifica os intestinos e afeta a flora intestinal. efeito diurético O etanol intervém no sistema de controle de retenção de água dos rins e, após a ingestão, muitos líquidos são removidos do corpo através da urina, o que pode levar à desidratação.

Efeitos tardios: sintomas crônicos do consumo de álcool A médio e longo prazo, o impacto do álcool no organismo é motivo de grande preocupação. Identificar os órgãos que mais sofreram. cérebro Devido aos danos a todos os nervos e neurónios, as pessoas que bebem regularmente álcool sofrem alterações de emoções e humores, dificuldades com pequenos movimentos, reflexos cada vez mais lentos, perda de equilíbrio e coordenação motora, e mesmo o que é considerado um dano permanente da memória. Coração e sistema circulatório. O consumo de etanol aumenta não só a frequência cardíaca, mas também a pressão arterial. Também pode tornar difícil bombear sangue e causar arritmia quando o coração enfraquece. O sistema digestivo. A irritação contínua da mucosa do estômago com álcool pode causar úlceras e cancro do esófago, da laringe e do estômago. A pancreatite, uma inflamação do pâncreas, é também uma consequência do consumo crônico de etanol. O fígado, responsável pelo metabolismo, é também um órgão sensível e pode desenvolver esteatose do fígado, que pode se transformar em cirrose e câncer. As consequências do abuso do álcool são numerosas e os efeitos negativos sobre o organismo são significativos. O alcoolismo é uma doença, por isso precisa de ser tratado como tal. Para isso, você pode pedir ajuda aos profissionais de saúde, como médicos e psicólogos, durante todo o processo de luta contra a doença.

CategoryBlog
Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Atendimento 24 horas

1ª Opção

Vou Entrar no WhatsApp e Saber Mais!

2ª Opção

Quero Ligar no (11) 99331-7977 e Entender Melhor!

© 2017 - criado por Juliano Caserta

Para casos de emergência        011 99331-7977