Clínica de recuperação
Sem comentários

No momento de parar ou reduzir drasticamente o consumo excessivo e prolongado de álcool, sintomas de síndrome de abstinência alcóolica podem surgir.

Sua gravidade e duração podem variar bastante, desde a conhecida “ressaca” até um delirium tremens.

Se você conhece alguém que bebeu durante muito tempo e sinais de abstinência aparecerem após ter reduzido ou parado o consumo de álcool, recomenda-se procurar ajuda profissional em uma clínica de recuperação.

Isso porque é impossível prever como o quadro vai evoluir e um médico pode prescrever um tratamento para aliviar os sintomas.

Para você entender melhor como identificar os sinais de uma crise de abstinência alcóolica, vamos explicar tudo aqui!

O que é síndrome de abstinência alcóolica?

A síndrome de abstinência alcóolica (SAA) é o conjunto de sintomas que as pessoas podem ter quando elas param de consumir o álcool.

Ela ocorre frequentemente em pessoas que tiveram um problema de abuso de álcool durante semanas, meses ou anos.

Os sintomas surgem em torno de 24 horas depois e atingem um pico entre 24 e 48 horas. Ao final de três dias, considera-se que o pior já passou, e entre cinco a sete dias, os sintomas reduzem.

No entanto, em alguns casos, complicações podem ocorrer, que começam após 48 à 72 horas e persistem por vários dias: fortes tremores em todo o corpo, palpitações, pesadelos, etc.

Daí a necessidade de iniciar o mais rápido possível um tratamento para alcoolismo, particularmente para evitar maiores prejuízos à saúde.

Quais os sintomas de crise de abstinência do álcool?

Os sintomas de abstinência alcóolica são simples de reconhecer, onde os sinais clínicos se instalam algumas horas após a diminuição ou interrupção do consumo do álcool.

Assim, os primeiros sinais começam a aparecer, tais como:

  • Tremores;
  • Suores;
  • Dor de cabeça;
  • Insônia;
  • Náuseas e/ou vômitos;
  • Taquicardia;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Pesadelos;
  • Perda de apetite;
  • Batimentos cardíacos muito rápidos ou muito lentos.

Na síndrome de abstinência alcóolica, os sintomas mais graves podem incluir febre, convulsões e um delirium tremens (delírio alcóolico).

Quem tem delirium tremens pode apresentar confusão, pânico e até alucinações (ver, ouvir e sentir coisas que não existem na realidade).

Da mesma forma que dependentes de drogas necessitam de tratamento para dependência química, o delirium tremens pode ser grave se não for tratado.

Como é o tratamento de abstinência alcóolica?

Em primeiro lugar, vale lembrar que o alcoolismo é uma doença e necessita de tratamento, e apesar da melhor decisão ser parar de beber, isso pode gerar sintomas desagradáveis.

Quando se trata de síndrome de abstinência alcóolica, que como você viu acima, são todos os sintomas decorrentes da suspensão abrupta do consumo de álcool, é necessário tratar com especialistas, geralmente psicólogos ou psiquiatras.

Embora alguns sintomas o paciente consiga controlar mais facilmente, outros precisam de medicamentos e de um acompanhamento mais de perto.

Outro ponto chave é o apoio da família e amigos ao longo de todo esse processo, até para evitar uma recaída, que não é raro de acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.