Dependência Química
Sem comentários

Se você está se perguntando o que é tabagismo, saiba que é uma toxicomania que resulta do vício a alguns produtos fabricados a partir das folhas do tabaco.

É normal pacientes que passam por tratamento de dependência química, serem também viciados em tabaco, além de outras drogas. 

Já está mais do que provado os efeitos nocivos de produtos derivados do tabaco, principalmente câncer.

Entenda, a seguir, mais sobre o que é tabagismo, como se desenvolve o vício e seus principais perigos.

O que é tabagismo?

Quando falamos em vício em tabaco, pode ser cigarro, cachimbo ou até pessoas que gostam de mascar a folha de tabaco.

A nicotina presente no tabaco é o principal causador desse vício, embora existam outras substâncias com menor importância.

Ela é quem cria uma dependência do tabaco, tão forte como a heroína, cocaína e álcool.

Assim, o fumante vai querer fumar sempre mais, para obter os mesmos efeitos agradáveis, e assim, a toxicomania se torna um problema crônico.

Como se desenvolve o vício do tabaco?

Algumas pessoas não sabem muito bem como funciona o tabagismo, ou seja, como se desenvolve a dependência.

Então, o vício à nicotina ocorre no cérebro. Assim que ela chega aí, ela estimula a liberação da dopamina, que é um mensageiro químico que está diretamente relacionado à sensação de prazer.

Os efeitos da dopamina atuam na redução da ansiedade, na melhora do humor e reduz o apetite.

É justamente por essa sensação que no momento de tratamento para alcoolismo, muitas vezes, o vício em tabaco ajuda para compensar a falta do álcool.

Uma pesquisa mostrou que se cada cigarro permite em torno de 10 tragadas, uma pessoa que fuma 30 cigarros por dia, envia diariamente 300 mensagens de dopamina ao cérebro.

Quais os perigos do tabagismo?

Os perigos do vício do tabaco estão ligados aos componentes que libera o tabaco no momento de sua combustão.

Os especialistas identificaram ais de 4000 substâncias químicas na fumaça do tabaco, incluindo o monóxido de carbono e o alcatrão.

Um dos maiores riscos à saúde do tabagismo é que cinquenta dessas substâncias são cancerígenas.

Vale lembrar que a dependência ao tabaco reduz a expectativa dos fumantes em 10 anos, comparando com os não fumantes.

Além disso, quando você sabe o que é tabagismo, com certeza, vai querer evitar ao máximo, especialmente pelas doenças que pode causar, como por exemplo:

  • Hipertensão;
  • Doenças cardiovasculares, AVC, arteriosclerose;
  • Bronquite crônica e enfisema;
  • Vários tipos de câncer: pulmão, boca, esôfago, etc.;
  • Disfunção erétil;
  • Úlcera;
  • Durante a gravidez, aumenta o risco de aborto, parto prematuro e síndrome de morte súbita do bebê.

Os benefícios de parar de fumar

Pouco tempo depois de parar de fumar, o risco das doenças diminui de forma considerável, como o infarto.

Um ano após ter largado o vício do tabaco, esse risco diminui pela metade, e após 5 anos de abstinência, o risco equivale àquele de uma pessoa que nunca fumou.

No entanto, os danos aos pulmões causados pelo tabagismo podem ser irreversíveis.

Apenas lembrando aqui que não só os fumantes são beneficiados ao largar o vício do cigarro, mas também os não fumantes, uma vez que existe o fumo passivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *