Dependência Química

Pode ser um pouco difícil saber o que falar para um dependente químico, principalmente se for a quem amamos, mas é importante fazê-lo.

Isso porque, o consumo de drogas pode ter efeitos nocivos na vida de uma pessoa, e você deve tentar fazer tudo o que for possível para ajudar.

Dependendo do caso, talvez seja necessário buscar uma clínica de recuperação, porém, o ideal que isso seja feito em comum acordo com o dependente.

E é aqui que entra o que você fala e como você fala, o que pode fazer toda a diferença nesse processo.

Então, se você tem um familiar ou amigo que faz uso de drogas, veja aqui como abordá-lo de maneira mais assertiva!

O que falar para um dependente químico por onde começar?

Pode ser difícil determinar se o consumo de drogas de uma pessoa é problemático, e alguns sintomas podem indicar que existe um problema.

Então, antes de te mostrar o que falar para um dependente químico, verifique se a pessoa:

  • Consome a droga desde que acorda;
  • Falta ao trabalho ou não cumpre seus compromissos;
  • Perdeu o interesse por coisas que gostava de fazer;
  • Está gastando muito dinheiro;
  • Consome cada vez mais para se sentir eufórica;
  • Experimenta outros tipos de droga;
  • Corre riscos para consumir a droga.

Você também pode prestar atenção aos seus comportamentos, como:

  • Se isolar da família e amigos;
  • Mudanças de humor;
  • Dificuldade para se lembrar das coisas;
  • Parecer triste, contrariado ou agitado quando não consome a droga;
  • Problemas de concentração e dificuldade para tomar decisões;
  • Procurar novos amigos em função do consumo de drogas.

Dependendo da intensidade desses fatores, talvez já seja o momento de ir pesquisando sobre tratamento para alcoolismo.

Como falar com alguém dependente de drogas ou álcool?

Às vezes, as pessoas não percebem que seu consumo de drogas ou álcool é grave, e reconhecer a existência de um problema é o primeiro passo para a solução.

Além disso, é muito mais simples o tratamento para dependência química quando se aborda desde o início.Quanto mais se espera, mais difícil fica.

E o que falar para um dependente químico?

Embora possa parecer difícil iniciar uma conversa, se prepare porque pode despertar fortes emoções e não desenrolar como previsto.

E antes de tudo, busque o máximo de informações sobre as drogas e seus efeitos.

Então, durante a conversa:

  • Diga à pessoa que você se preocupa com ela porque a ama e lhe quer bem;
  • Escute tudo o que ela falar, sem interrompê-la e questioná-la. Poderia ser útil dizer os tipos de tratamentos que existem;
  • Mantenha um diálogo aberto. Fale que você está ali para o que ela precisar, e que ela pode te procurar sempre que quiser;
  • Liste todas as coisas boas na sua vida, porque, às vezes, as pessoas perdem de vista o que são;
  • Não a estigmatize, e tome muito cuidado como você fala. A ideia aqui é fazer a pessoa se sentir compreendida e aceita;
  • Mostre que você reconhece suas forças e sua capacidade de superar o problema.

Além de manter essa conversa, estimule seu familiar ou amigo a procurar ajuda, já que a dependência química é uma doença que necessita da ajuda de profissionais de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.