Seja um distúrbio depressivo, uma vida regida pela dependência química ou quaisquer doenças que afetam o psicológico e o emocional, é muito difícil para o paciente lidar com isso sozinho. Por isso temos os métodos de tratamento para dependentes químicos e o AT. Sabendo disso, nós disponibilizamos um acompanhante terapêutico (AT) a fim de ajudar os pacientes individualmente durante todo o tratamento rumo a uma vida saudável.

Uma pessoa com depressão, por exemplo, não se sente capaz de sair de tal quadro clínico por conta própria, tentando de tudo e não obtendo resultado. Psicológica, emocional e fisicamente abalada, a pessoa muitas vezes perde a vontade de viver, pois não vê mais propósito em continuar vivo já que o sofrimento, a angústia e tristeza são insuportáveis.

Por assim ser, é indispensável que um acompanhante terapêutico esteja presente, orientando o paciente quanto à busca pela recuperação da dependência química, dando todo suporte necessário, apoiando-o em seus momentos de crises. Além disso, o acompanhante terapêutico é essencial para ajudar a pessoa depressiva a enxergar que está doente e que precisa de um tratamento para a depressão, portanto, existe uma cura e será alcançada, permitindo ao paciente o retorno ao convívio social.

O acompanhante terapêutico e seu papel

De modo resumido, a função do acompanhante terapêutico pode ser tanto a:

  • nível ambulatorial, dando o suporte na hora em que o paciente está se internando
  • juntamente com outros profissionais, gerando condições que favoreçam a evolução do paciente
  • ajudar a pessoa a se enxergar como a mais importante para si própria, zelando pelo seu bem-estar
  • atuar em prol da reintegração social do paciente

O papel primordial do acompanhante terapêutico é oferecer ajuda concreta para que o paciente resgate sua saúde física, emocional e psicológica, os quais foram lesados devido à depressão, por exemplo, ou qualquer outra doença mental.

Como se dá o acompanhamento clínico

O acompanhante terapêutico está à disposição do paciente seja para o que for preciso, desde crises intensas a momentos em que a pessoa simplesmente se sente estagnada e indiferente a tudo e todos. O acompanhamento clínico é feito diariamente, quando o paciente e o AT se encontram, dando continuidade à terapia e visando ajudar o paciente e viver de modo mais autônomo como pessoa, resgatando seu dia a dia com qualidade de vida.

DUVIDAS ENTRE EM CONTATO AGORA COM NOSSOS ESPECIALISTAS

Atendimento 24 horas

1ª Opção

Vou Entrar no WhatsApp e Saber Mais!

2ª Opção

Quero Ligar no 4003-1595 e Entender Melhor!